Sobre sonhos, objetivos e prioridades (um post feito de coração)

20:33


"É claro que um objetivo não é feito apenas de desejos, mas sim de esforço, dedicação e, algumas vezes, de abrir mão de outras coisas. E é por isso que esse post está sendo escrito."


          Todo mundo tem um sonho. Seja ele ficar famoso, ser pai ou mãe, encontrar o amor da sua vida, ganhar na Mega-Sena, fazer uma importante descoberta científica, viajar por todo o mundo ou até mesmo encontrar a felicidade... e não seria diferente comigo. Tenho sonhos, vários deles na realidade. Sonhos pequenos e sonhos grandes. Sonhos para o agora e sonhos para vários anos além. Sonhos dos quais eu precisei abrir mão para viver outros ainda maiores. Sonhos que precisam ser construídos pouco à pouco para tornassem realidade, e é sobre esses que vou falar hoje.
          Quando crianças somos constantemente perguntados sobre o que queremos ser quando crescer. No auge dos nossos oito anos de vida as respostas são as mais variadas possíveis: bailarina, astronauta, presidente, piloto, estrela do rock, professora de artes, médico, lutadora de boxe! Porém chega um tempo que a hora de realizar esses sonhos está mais próxima do que um dia já foi, e é nesse momento que esses sonhos se tornam objetivos. Sonhos e Objetivos podem parecer sinônimos, mas certamente não significam a mesma coisa.


Sonhos tem a ver só com o destino final, não a jornada.
 objetivos tem a ver também com o destino final, mas muito mais com a jornada,
com os passos a serem dados até chegar a esse destino final.

Sonhos ocupam a sua mente, é algo que você só pensa.
Objetivos ocupam as suas mãos, precisam de ação.
Você precisa arregaçar as mangas para fazer acontecer.

Sonhos são sobre a visão de futuro, o todo.
Objetivos são mais sobre estrutura, processos e deadlines.

Sonhos são imaginários, não produzem resultados tangíveis.
Objetivos são baseados na realidade, e precisam de atenção focada para produzir resultados.

Sonhos são gratuitos, todo mundo sonha, é fácil.
Objetivos tem um custo, seja ele de tempo, esforço,
sair da zona de conforto, enfrentar medos, ou até de dinheiro.



          No início de 2017 tive a felicidade de ser aprovada no curso de Administração na UEA, no curso de História na UFAC e, no meio desse mesmo ano, fui novamente aprovada nessa mesma universidade, mas no curso de Nutrição. Cada uma dessas conquistas foi recebida com uma alegria sem igual, mas eu estaria mentindo se dissesse que um desses cursos acima era o curso dos meus sonhos. Passei dias conversando com pessoas que eu amava e que eu sabia que iriam me incentivar a ter objetivos realistas, e como foi gratificante para o meu coração quando as pessoas que amo me apoiaram dizendo que eu deveria correr atrás dos meus objetivos e que estariam ali torcendo por mim.
          Mas é claro que um objetivo não é feito apenas de desejos, mas sim de esforço, dedicação e, algumas vezes, de abrir mão de outras coisas. E é por isso que esse post está sendo escrito. MAS CALMA, não tire conclusões precipitadas antes de terminar de ler :). Esse não é um post para dizer que desisti do blog, muito menos que desisti do meu sonhado curso.
          Acredito que tanto os leitores do blog, quanto aqueles que me acompanham pelo meu Instagram literário notaram minha clara ausência nos últimos meses. Esse sumiço tem vários motivos, motivos que tem tomado grande parte dos meus dias nos últimos tempos. Entre eles: trabalho, uma nova e amada rotina de exercícios e, o principal motivo de todos, uma rotina de estudos focada no Enem. Moro numa cidade do interior onde não contamos com cursinhos preparatório presenciais para Enem e Vestibulares e estou tendo que me virar sozinha nisso. É exaustivo e na maioria das vezes dá vontade de jogar tudo pra cima, mas nenhuma grande vitória veio sem um grande esforço.
          Além de contar sobre esses motivos esse post também é um pedido de desculpas. Um pedido de desculpa aos meus queridos parceiros, que me ajudaram tanto ao longo dos anos de "A Garota com os Livros" e aos quais eu tenho negligenciado desde o começo desse ano, espero que entendam os meus motivos de estar longe e peço que tenham só mais um pouquinho de paciência comigo. E um pedido de desculpa aos meus amados leitores, que me incentivaram durante todo esse tempo e os quais eu amo mais que sorvete!
          Esses "vai e volta" vão acabar em algum momento, não vou definir datas, mas o mais breve possível estarei de volta com vocês fofocando sobre livros haha. Um grande beijo!


You Might Also Like

1 comentários

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tempestades de Oklahoma

As tempestades a agitavam por dentro, despejavam a energia ao redor e a levavam com elas em um turbilhão de fúria e paixão.
- Nothing Personal (Jaci Burton)

Acessos

Subscribe