[Resenha] Quase uma Rockstar - Matthew Quick

15:31



Matthew Quick

Tradução: Dênia Sad e Carolina Selvatici.
Páginas: 256
Editora: Intrinseca

          Desde que o namorado da mãe as expulsou de casa, Amber Appleton, a mãe e o cachorro moram em um ônibus escolar. Aos dezessete anos e no segundo ano do ensino médio, Amber se autoproclama princesa da esperança e é dona de um otimismo incansável, mas quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, ela não consegue mais enxergar a vida com os mesmos olhos. Será que no meio de tanta tristeza e sofrimento Amber vai recuperar a fé na vida?
        Com personagens cativantes e uma protagonista apaixonante, Matthew Quick constrói de forma encantadora um universo de risadas, lealdade e esperança conquistada a duras penas.


"Talvez eu seja bizarra — mas sou uma bizarra esperançosa, e tem coisa pior no mundo para ser. Não é? Pois é. 
Eu espalho esperança."


          Amber Appleton é uma garota que podemos definir como positiva! Para todos ela é uma inspiração: dona de um otimismo incansável, sempre enxergando a luz no fim do túnel, a Princesa da Esperança (como ela é conhecida). Mas sua vida não é perfeita; ela mora com a mãe em um ônibus escolar, sua mãe é alcoólatra, gastando todo o dinheiro em bebidas, e como consequência, não sobra um centavo para alimentação de ambas, e sem falar que todos os seus pertences estão dentro de uma sacola de lixo!
          E apesar de tudo, Amber agradece. Agradece pelos amigos da escola, por seu cachorro fofo, Bobby Big Boy e por ser católica, — Amber e JC são inseparáveis. Sem contar que ela AMA fazer trabalhos voluntários! Toda semana tem algo que ela participa. Nunca vi uma pessoa com tanta energia e alegria dentro de si.
          Entretanto, Amber é humana. Tem seus momentos sombrios. E o pior deles acaba chegado até a nossa rockstar, e a derruba para valer. Um belo noucate, fazendo com que ela não consiga mais enxergar a vida com os mesmos olhos esperançosos.
          Será que um dia ela irá superar, e voltar a ser a estrela que era antes?

          Será que Amber Appleton dará mais uma chance para a vida?


"Então realmente não importa se somos bons ou maus.

As coisas ruins acontecem de qualquer jeito."



          Esse livro é muito fofo! Amo a escrita de Matthew. Ele tem o dom de sempre mantê-la leve, cativante e engraçada.
          O problema mesmo, na minha opinião, foi a história desse livro ter uma pegada muito bobinha. Tinha de tudo para ser um belo livro, mas tornou-se apenas mais uma história adolescente. O enredo é raso, e para a habilidade de escrita que sei que Quick possui ele poderia fazer muito melhor. Não escondo que esperava bem mais de Quase uma Rockstar.
          Porém, caso você esteja procurando um livro leve, só para descontrair, a leitura é indicada. A narrativa é rápida e os personagens são uma graça, todos encantadores.
          E um ponto positivo dele foi o desfecho, que pode ser representado na frase: "Caiu sete vezes? Levante-se oito!".


Avaliação
Bom




You Might Also Like

3 comentários

  1. Olá, por que não conheci esse livro antes, que história linda e essa resenha objetiva amei. Quero o livro para ontem. Seguindo o blog para acompanhar as novidades. ;)

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaa! 💓
      Seja bem vinda, flor.

      Excluir
  2. Uma coisa que eu acho impressionante no Matthew é a forma com que ele consegue construir perfeitamente os protagonistas. Já estou ansioso pra ler esse livro.


    http://obaucultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tempestades de Oklahoma

As tempestades a agitavam por dentro, despejavam a energia ao redor e a levavam com elas em um turbilhão de fúria e paixão.
- Nothing Personal (Jaci Burton)

Acessos

Subscribe