[Resenha] Beleza Perdida - Amy Harmon

15:36

Amy Harmon
Tradução: Monique D'Orazio
Páginas: 332
Editora: Verus

          Ambrose Young é lindo - alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livros desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. 
          Beleza Perdida é uma história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas - perda coletiva, perda individual, perda de beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.  
          Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafio a definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza como ferocidade em todos nós.

          É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido...

          Ambrose Young está em seu último ano de Ensino Médio, um lutador de destaque em todo o estado e, se já não bastasse todas as outras vantagens, ainda por cima tem uma beleza incrível.
Fern Taylor sempre amou Ambrose, amava-o escondendo-se atrás de seus livros e de vibrante cabelo vermelho. Ela não era bonita, e sabia disso. Não havia nenhuma mínima possibilidade dele se apaixonar por ela, mas quando sua amiga Rita começa a trocar cartas com Ambrose, e pede que Fern as escreva para ela, ela vê uma brecha para conhecer os sentimentos do seu tão amado lutador.
          O plano acaba indo por água abaixo quando Rita perde o interesse em Ambrose, revelando a ele que não era ela que escrevia as cartas. Apesar de começar a ver Fern com outros olhos os seus sentimentos por ela não mudam.
          Com o fim do Ensino Médio, e cheio de incertezas sobre suas escolhas para o futuro, Ambrose se alista no exército e seus quatro melhores amigos, Jesse, Grant, Beans e Paulie, vão com ele.
Mas um acidente terrível faz com apenas Ambrose retorne, tendo que encarar uma realidade completamente diferente daquela que levava antes e sentindo-se culpado pela morte de seus quatro amigos Ambrose deixa de sentir prazer na companhia das pessoas, mesmo porque a maior parte delas repudiaria-o se visse o "monstro" que ele se tornou. Mas Fern Taylor não. Ela vê além de seu rosto e suas cicatrizes. Poderia ela amá-lo mesmo com todos os defeitos que ele teria? E conseguiria ele amá-la?

          Após o termino da leitura de Beleza Perdida em meio as lágrimas eu me vi aplaudindo Amy Harmon, nunca a releitura de uma conto infantil se saiu tão perfeitamente bem contada como aqui. É tocante imaginar amores tão verdeiros e puros como os retratados nesse livro, o simples ato de amar o próximo sem esperar nada em troca. Beleza Perdida nos trás mais que uma estória tocante e bonita, nos trás lições verdadeiras. Mostra que às vezes o que parece ser o fim pode ser um novo começo, e que isso só depende de você.
          Faz quase dois meses que terminei esse livro, mas mesmo assim quando vejo seu título sendo citado ou que olho para meu exemplar fico novamente totalmente encantada da mesma forma que fiquei quando o fechei após a primeira vez que li (sim, já reli ele mais duas vezes ♥). Foi uma experiência incrível e diferente de tudo, nunca (nunca mesmo) me senti tão tocada por um livro. Fern, Ambrose e os demais personagens, cada um deles, é explorado e trabalhado de uma maneira incrível e que nos faz viver cada um de forma diferente. Só posso amar Amy Harmon por isso.

          Beleza Perdida é uma história tocante e emocionante que mostra a beleza e a fúria, que mostra como uma pessoa pode ser quebrada e de, principalmente, como o amor pode nos reerguer. É um livro que precisa ser lido, uma estória que sentimos em cada batida do coração e que trás a beleza em cada linha.

Pontuação
Favoritado
Melhor livro lido em 2015


Melhores Quotes

          "- Mas isso é que é legal na amizade. Não se trata de ser perfeito nem de ser merecedor. A gente te ama e você ama a gente, por isso vamos estar do seu lado. [...]"

         "A verdadeira beleza, aquela que não se desvanece ou se esvai, precisa de tempo, de pressão, precisa de uma resistência incrível. É o gotejamento lento que faz a estalactite, o tremor da Terra que cria as montanhas, o constante bater das ondas que quebra as rochas e suaviza as arestas. E da violência, do furor, da ira dos ventos, do rugido das águas emerge algo melhor, algo que de outra forma nunca existiria. E assim suportamos. Temos fé na existência de um propósito. Temos esperança em coisas que não podemos ver. Acreditamos que há lições na perda e poder no amor, e que temos dentro de nós o potencial para uma beleza tão magnífica que o nosso corpo não pode contê-la."

You Might Also Like

8 comentários

  1. Hey!
    Essa é uma releitura de A Bela e a Fera, e um leve toque de Cyrano de Bergerac, não é mesmo? Amo releituras e já ouvi falar muito bem sobre esse livro.

    Beijos,

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com um leve toque que mais parece um tapa hahahaha! Eu simplesmente adorei esse livro, trás cada lição linda das mais diversas situações e... ai adorei!!!

      Excluir
  2. Oi, Leoana. Sou o Rafael do Crush for Books e a gente ja se segue no instagram haha. Eu li Beleza Perdida e adorei Fern e Ambrose, mas infelizmente achei a história bem clichê. Mas que bom que você teve uma experiência melhor ;)

    Crush For Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa, eu lembro de você sim rsrsrs. Beleza Perdida é realmente é um clichê, mas se tem duas coisas nessa vida que eu adoro são romances de época e clichês inspirados em contos de fadas - então já viu a felicidade da criança, né? Kkkkkkkk. Mas falando sério o que realmente eu achei diferencial nesse livro é que Beleza Perdida tem muitos mais em lições e realidade do que muitos outros do gênero. Já li algo parecido com esse livro em Cinder & Ella da escritora Kelly Oram e, mesmo adorando demais esse outro clichê *-*, não tive lá os mesmos aprendizados que tive em Beleza Perdida. Amy me conquistou ao conseguir mixar algo realista com um pouco de fantasia e jogar bastante reflexão em cima disso tudo, momentos ruins ou bons, sérios ou bobos, cada um deles tinha um ponto para ser trabalhado "filosoficamente" por ela. Acho que essa parte que ne fez gostar tanto :)

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi. :D Sinceramente, vou-lhe admitir que os clichês não estão na minha lista de mais requisitados, mas esse... Eu vi tantas pessoas falando bem da história que deu-me vontade de começar a ler! Que história e que quotes! É incrível o jeito como eles começam com cartas.. Eu nunca li, mas não passa desse ano! Eu li outras releituras da Bella e a Fera e gostei muito. Talvez eu também goste desse. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu sou meio esquecida. Hahaha
      Link do blog: http://livroseacucar.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Olá, Leoana!
    Eu gosto bastante de histórias emocionantes, dessas que arrancam lágrimas e suspiros, como essa parece ser.
    Livros envolvendo perdas e traumas de guerra sempre me emocionam e fiquei com muita vontade de ler este.
    Beijos.
    Fê Cardoso
    http//www.baseadoemlivros.com.br

    ResponderExcluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tempestades de Oklahoma

As tempestades a agitavam por dentro, despejavam a energia ao redor e a levavam com elas em um turbilhão de fúria e paixão.
- Nothing Personal (Jaci Burton)

Acessos

Subscribe