[Resenha] Gaian, O Reinício - Cláudio Almeida (A Saga do Infinito #01)

11:00

Cláudio Manoel de Almeida
Páginas: 336 
Editora: Novo Século - Talentos da Literatura Brasileira
Livro cedido pelo autor para resenha

          Gaian - Ignorância, Perda e Esquecimento.
          Heranças de uma longa e negra Era próxima do fim. Os horizontes de Gaian e seus povos agora são iluminados pelos raios de uma paz quase esquecida e frágil. Uma época de esperança e crescimento ameaçada pela ira de um rei. É o início da jornada de dois jovens guerreiros em busca de esperança, conhecimento e poder. É o início de uma jornada, onde o passado e o futuro se encontrarão mais uma vez para celebrar a vida ou a morte. Será o início da jornada que enfim decidirá o destino dos filhos de Gaian.


          No pequeno vilarejo de Arinon as coisas não poderiam estar melhores: a colheita é uma das melhores já vistas, todos os moradores estão em completa alegria e uma paz que há muito não se via parece tocar à todos.
          Apesar de todos os sinais estarem apontando para um presente e um futuro prósperos e pacíficos um sonho vem perturbando as noites de Ehlen, lider de Arinon, neles um promessa de guerra e devastação rumam em direção ao vilarejo. Achando que tais sonhos podiam ser uma sinal Ehlen decide convocar reuniões com seus conselheiros para contar-lhes sobre tais presságios, mas devido a fonte destes as ideias que trariam mais proteção a cidade são descartadas. Mal sabiam todos que longe dali o Reino do Norte havia caído e todas as suas cidades haviam sido destruídas, a guerra marchava em direção a Arinon.
          Arffek foi um dos poucos guerreiros que sobreviveram ao ataque de Thane e seu exército ao palácio de Eldor, local da última resistência do Reino do Norte, e no meio de uma luta que o estava levando à uma morte agonizante descobriu-se que ele era um dos guerreiros sagrados, heróis de Gaian em eras passadas e, após conseguir ser salvo e tornar-se uma pessoa diferente da que era, seu dever será avisar a todos que a guerra se aproxima e reunir todos os outros guerreiros sagrados que terão a missão de salvar Gaian de sua Terceira Grande Guerra.


AQUI NASCE UMA GRANDE HISTÓRIA.

••••••••••••••••


          Ao terminar de ler O Reinício eu tive uma reação não habitual que pouquíssimas vezes tive se comparada as que tenho quando termino uma leitura, eu fiquei em silêncio e passei horas absorvendo o que eu acabara de ler. Quanto a frase "Aqui nasce uma grande história" só tenho a dizer que ela se encaixa perfeitamente para descrever Gaian. É realmente uma grande história, mas terei que me segurar e não contar nada mais do enredo para não entregar spoiler a ninguém.
          Um dos principais pontos do livro, o qual eu cito toda vez que vou apresentar a história de Gaian a alguém, é a sua bela escrita. Cláudio Almeida além de se aventurar em histórias de batalhas e magia também escreve poesia, e aí esta algo que fez de sua história, além de criativa, muito bela. Vários trechos, sejamos diretos, deixaram-me de queixo caído por tamanha beleza. 

          "Posso ver a tempestade no horizonte e sentir toda sua força. Ouço ruídos estrondosos no céu. É a vida lutando contra a morte. São aqueles que combatem os terríveis - implacáveis e cruéis - que os desafiam com raios e tormentas. Eis nobres guerreiros - livres e heróis - que carregam o ideal e a força em seus corações."
Página 23

           Vou deixar expresso aqui o meu favoritismo pela cenas de batalha, o enredo é tão bem construído que até pude me ver no meio das lutas.
          Outro fator que "embelezou" mais ainda o livro foram as ilustrações a cada capítulo que retratam partes da história que ali serão contadas, um trabalho belíssimo que não se vê muito em títulos nacionais
 

          A história em si pede que o leitor preste bastante atenção nos detalhes (meu livro está todo marcado com anotações hahaha), mas para dar mais uma ajudinha a quem for mergulhar no mundo de Gaian as 12 páginas finais do livro são exclusivas com guia de personagens, mapas, magias e várias outras informações adicionais. Todos auxiliam bastante na hora da leitura e nos fazem conhecer um pouco mais um pouco desse mundo tão rico que o autor criou. 
          Cláudio Almeida, além de um ótimo escritor, mostrou-se muito atencioso com seus leitores. Na Página Oficial de A Saga do Infinito no facebook ele tira dúvidas e sempre está atualizando seus seguidores com conteúdos e novas histórias sobre Gaian. Nota 10 para você Cláudio!!!
          Ao todo Gaian O Reinício é um excelente livro do gênero, além de ser, visualmente, uma verdadeira obra de arte a história é a fantasia de uma forma, ao mesmo tempo, clássica e inovadora.

Pontuação
(Excelente)
Cláudio Manoel de Almeida tem 39 anos e nasceu em Brasília. Desde cedo, ele se interessou por ideologias, simbologias, ciência, religiões e mitos. Foram os filmes, no entanto, que o levaram até o mundo de Gaian. Uma história iniciada em uma tarde de 2005 e terminada em meados de 2010. Desde então, Cláudio se dedica a histórias de fantasia e ficção científica (suas maiores paixões literárias).

Melhores Quotes

          Alguns tolos se dizem sábios, mas o verdadeiro sábio não se revela como tal. - Página 56

          A face da morte repousa sobre o meu rosto, porque eu sou a própria morte. - Página 161

Nota: O autor estará nessa sexta feira, 04/09, às 20h na Bienal para a noite de autógrafos. 
Local: Pavilhão Azul, Estande J-03/I-06.
Mandem lembranças minhas ;D 

You Might Also Like

3 comentários

  1. Leoana, muito obrigado! A resenha ficou excelente! :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, sumida! Hahahahaa
    Nossa, esse livro parece ser bem legal! O fato de se passar nesse universo todo "guerrilheiro" me influência muito. Sem contar que adoro ilustrações.... E mapas... E qualquer coisa do gênero...

    Beijos!

    http://tordodemorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Leoana!

    Ótimo blog, parabéns!

    Passei aqui para parabenizá-la e também para a utilizá-la como canal para descrever minha satisfação em ler esta obra. Ainda estou na metade do livro mas tão empolgado que fiz questão de arrumar alguma forma de expressar esta felicidade, mesmo sendo necessário largar esta viciante leitura durante uns minutinhos.

    Como você disse a narração da estória escrita por Claudio além de criativa e rica em detalhes possui quê poético pra lá de especial.

    Recomendo além do seu blog que está ótimo também a leitura deste belo livro.

    Nos encontramos em Gaian!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tempestades de Oklahoma

As tempestades a agitavam por dentro, despejavam a energia ao redor e a levavam com elas em um turbilhão de fúria e paixão.
- Nothing Personal (Jaci Burton)

Acessos

Subscribe